Eu tinha quinze anos e um dia eu caí. Eu caí de joelhos no chão e nunca mais eu parei de sentir dor. Se o tempo vira muito rápido eu perco um dia inteiro sentindo dor. Se eu subo muitos degraus de escada, eu sinto dor. Se eu fico muito tempo de pé, eu sinto dor. Se eu ando por muito tempo sem pausa, eu sinto dor. Ás vezes eu nem preciso fazer nada, eu sinto dor. E dói o tempo todo. E não há remédio ou reza que faça que passar.

Essa dor que não passa nunca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s