fool

eu achei que tudo bem me distrair com aquilo só mais um pouquinho, só mais uma vez. era a última, prometi. então estava combinado: tudo bem me distrair só mais um vez e que fosse rápido, afinal de contas o corte no meu dedo já estava quase curado e nem doía mais então eu me distraí de novo.

e foi bem nessa hora que eu quebrei um prato. eu tropecei no tapete e quebrei um prato. o prato fez um barulho alto e todos ficaram me olhando porque eu me distraí. então agora eu tenho um corte na mão outro corte  no pé.

era só uma distração e agora eu estou colecionando machucados.

Anúncios

knife

eu cortei o dedo. eu não prestei atenção no que estava fazendo e cortei o dedo. um segundo de distração e eu cortei o dedo. o corte sangrou e ainda está aberto. e dói. é bem pequeno mas dói. em uma semana o corte vai ser só uma lembrança, mas agora está doendo. não é como quando eu tive que fazer uma cirurgia e ainda dói ás vezes. eu vou esquecer porque vai passar e nem está mais sangrando.

foi só uma distração e eu cortei o dedo.

saturno

tumblr_le36no8bCp1qd6lnyo1_400na tv sem som um casal se beija. e eu que comecei a escrever o sem saber o que quero dizer em um dia onde apenas respirar exige um esforço além do normal. tudo entupido por onde eu respiro, piso e penso. quando se é atropelado por uma jamanta o destino é o fim. aquele lugar que precede o deserto, ou o vazio ou seja lá o que for. não tem som na tv  e o fluxo não segue. não respiro, não ando, não sei mais nada.

não sei se voltei.