here comes the sun

você me conta de todas as vidas que viveu e eu me pergunto porque não estava lá. e você me conta sobre os  lugares que fazem parte do seu cotidiano e eu me dou conta que nunca farei parte disso. e você me mostra músicas incríveis e pra cada uma delas eu monto um cenário perfeito na minha cabeça, um roteiro em que tantas impossibilidades não existem, uma única cena em que você me pede pra ficar, mesmo sabendo que eu não. você sorri e me leva pela mão com o cuidado que nunca antes. eu pergunto coisas e você sempre me diz sim. você me olha e eu me pergunto porque não. e existem tantos porquês que nós desistimos de enumerar. se fosse outro tempo, outro lugar, se fossemos menos covardes. um mundo infinito de quem sabe. ninguém sabe. você ocupa todos os lugares onde eu já estive e eu cuido das ruas por onde você já andou. ás vezes eu me pergunto se um dia você voltará a andar por aqui sem pressa. eu não tenho pressa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s