feriado

a gente gosta de chegar cedo pra não ir embora tarde porque amanhã é dia util e todos uma hora tem que voltar pra vida real. e a mesa de sinuca dessa vez não foi tão atrativa quanto a calçada onde colocamos nossa mesa tão pequena quanto a verba da cerveja. a praça ainda está em obras e os tapumes estão coloridos pelo grafite. por causa do show ali na outra praça a calçada é só nossa e dali a gente vê a noite chegar e todos sorriem porque a chuva tão constante esses dias nos deu uma trégua e a nossa única preocupação é acomodar as cadeiras longe dos buracos da calçada. a praça é famosa, fulana mora ali, o conhecido mora do outro lado, a amiga morava lá mas se mudou pra longe por causa do aluguel absurdo. o tempo vai passando devagar e quando a gente menos espera surgem todas as pesssoas vindas da outra praça. mas a nossa cerveja não esquentou porque chegamos cedo, rá. e o amontoado de gente toma conta da calçada, da rua, dos bares. e é quase irresistivel o cheiro da nossa rua preferida que nos pisca vadiamente quando a gente passa por ela, com toda aquela gente que só quer aprender a rir e ser feliz sem culpa. e o metrô está logo ali.

Anúncios

Um comentário sobre “feriado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s